Combatentes islâmicos incendiaram duas escolas mistas próximas a Cabul, no Afeganistão, informaram nesta terça-feira (22) fontes policiais. A polícia explicou que os dois colégios recebiam meninos pela manhã e meninas à tarde.

Os talibãs, que entre 1996 e 2001 proibiram as mulheres de ir à escola, reivindicaram o seqüestro de um diretor e de dois professores. As duas escolas, atacadas na segunda-feira à noite, estão situadas na província de Logar, a 50 quilômetros ao sul de Cabul.