Dois barcos com “ativistas” iranianos partiram hoje para o Bahrein, numa demonstração de solidariedade aos manifestantes xiitas que lutam contra a monarquia sunita no país, informou a iraniana Press TV.

A rede de notícias em inglês mostrou imagens feitas ao vivo dos barcos na cidade portuária de Dayyer, localizada na província de Bushehr, preparando-se para viajar por águas internacionais no Golfo Pérsico. Os 120 “ativistas”, que incluem estudantes, professores e médicos, bem como mulheres e crianças, esperam receber permissão para entrar no Bahrein, afirmou a Press TV, citando integrantes do grupo.

Segundo a emissora, os barcos devem retornar ao Irã caso a permissão de entrada seja negada. Um dos organizadores da viagem, Mehdi Eqrarian, disse à agência de notícias Fars que “nenhuma pessoa armada” está a abordo dos barcos. Os ativistas levam apenas o “apoio moral” do povo iraniano, na forma de 5 mil cartas que demonstram a solidariedade com o levante xiita no Bahrein, afirmou Eqrarian Said.

As relações entre o Irã e as monarquias do Golfo, dentre elas o Bahrein, sofreram deterioração depois que o país criticou duramente a brutal repressão contra manifestantes pró-democracia. As informações são da Dow Jones.