O petroleiro de bandeira britânica Stena Impero deixou o Irã nesta sexta-feira após passar mais de dois meses detido no porto de Bandar Abbas, no país persa. Autoridades iranianas confirmaram a partida duas horas após um site de rastreamento localizar as coordenadas do navio em águas internacionais.

A embarcação foi capturada por forças iranianas em 19 de julho, no Estreito de Ormuz, e foi liberada na última segunda-feira, quando o governo local informou que havia concluído investigações.

A detenção do Stena Impero ocorreu poucas semanas depois que um petroleiro do Irã foi detido em Gibraltar com carga de aproximadamente US$ 130 milhões em petróleo bruto. O navio foi apreendido sob suspeita de transportar petróleo a refinarias na Síria, violando sanções impostas pela União Europeia.