A Suprema Corte da Índia confirmou nesta quarta-feira a sentença de morte de Mohammed Ajmal Kasab, um dos responsáveis pelos ataques de Mumbai em novembro de 2008, que deixaram 166 pessoas mortas. Kasab foi único atirador sobrevivente. “Eu estou muito satisfeito com o veredicto”, afirmou o procurador especial Ujjal Nikam aos repórteres, em Mumbai, após a audiência, como informou o jornal “The Wall Street Journal”.

Um tribunal de Mumbai já havia considerado Kasab, agora com 25 anos, culpado em acusações que incluíam terrorismo, assassinato e por engajar-se numa guerra contra a Índia ao tomar parte nos ataques. No ano passado, Kasab, que é paquistanês, apelou contra a sentença. As informações são da Dow Jones.