Milhares de pessoas protestaram na capital do Iêmen, Sanaa, neste sábado para exigir a expulsão de rebeldes xiitas Houthi que controlam a cidade e a saída do presidente do país, Abed Rabbo Mansour Hadi.

As manifestações de sábado foram as primeiras a exigir a renúncia de Hadi desde que ele assumiu a presidência após uma revolta popular que derrubou seu antecessor, Ali Abdullah Saleh, em 2011.

Os manifestantes acusaram Hadi de administrar mal o país, levando as instituições do Estado a entrar em colapso e os militantes a tomar conta. Eles chamaram o protesto de movimento de “rejeição”.

Os participantes do protesto, que integram vários grupos políticos, também criticaram o ataque a uma academia de polícia em Sanaa na semana passada, que matou 37 pessoas. Eles pediram uma investigação rápida e o julgamento dos culpados. Fonte: Associated Press.