Violentos combates foram registrados na noite de ontem, ao norte da capital Sanaa, nos arredores da casa do mais poderoso dos chefes tribais do Iêmen, o xeque Sadek al Ahmar, depois de quatro dias de calmaria. Houve disparo de morteiros e troca de tiros entre as forças de segurança do presidente Ali Abdullah Saleh, que há três meses responde com violência aos protestos que pedem sua deposição, e as do chefe tribal.