Homens armados cercaram o ministério de Relações Exteriores da Líbia no domingo exigindo que a saída de agentes e embaixadores do ex-ditador Muamar Kadafi. O grupo impediu que funcionários entrassem no prédio em Trípoli, segundo uma fonte do ministério que falou à AFP sob condição de anonimato.

Cerca de 30 veículos, alguns equipados com canhões antiaéreos, e dezenas de homens armados cercaram o escritório, relatou um fotógrafo da AFP no local.

A fonte do ministério criticou o comportamento “extremamente ofensivo” do grupo, mesmo que suas demandas fossem “legítimas”, dizendo que isso não justifica “paralisar todo o trabalho de um ministério”.

O Congresso Geral da Nação, a mais alta autoridade política da Líbia, está estudando propostas para uma lei que exclui ex-funcionários do regime de Kadafi de cargos políticos do governo. As informações são da Dow Jones.