Um homem que disse pertencer à organização terrorista Al Qaeda fez quatro reféns nesta quarta-feira em uma filial bancária de Toulouse, entre eles o gerente do banco, informou a emissora “France Info”.

O sequestrador, que tinha entrado entre as 11h e 11h30 locais (6h e 6h30 de Brasília) na filial do banco CIC na Rua Camille Pujol, além de identificar-se como membro da Al Qaeda, reivindicou a presença da tropa de elite da polícia francesa, o RAID, detalhou um repórter da rádio.

Esse jornalista indicou que as forças da ordem haviam estabelecido um perímetro de segurança ao redor do banco, que se encontra a algumas centenas de metros do local onde o RAID matou no último mês de março Mohammed Merah, o assassino de sete pessoas em Toulouse e seus arredores, que se declarava integrante da mesma rede terrorista islâmica.

A situação, de acordo com o repórter, era de aparente tranquilidade pouco antes das 12h locais (7h de Brasília), embora outros meios de comunicação tenham informado que houve um disparo no local.

O prefeito governador do departamento de Alto Garonne, do qual Toulouse é a capital, estava nos arredores da filial de CIC, onde até esse momento não haviam chegado os agentes do RAID.