Um homem abriu fogo no interior de uma casa em Chicago, Estados Unidos, na manhã desta quarta-feira, matando uma mulher, uma adolescente e duas crianças, dentre elas um menino de sete meses.

O homem, que foi detido mais tarde a alguns quilômetros do local, disse à polícia que fez os disparos depois de ouvir vozes dizendo que ele deveria matar integrantes de sua família.

A polícia acredita que o homem seja parente das vítimas, mas não disse em que grau. A porta-voz da Polícia Amina Greer disse que os disparos podem ter sido resultado de uma discussão doméstica.

Além do bebê de sete meses, também morreram uma menina de três anos, uma adolescente de 16 e uma mulher. Outras duas pessoas ficaram feridas.

Os disparos foram feitos por volta das 4h30 (horário local). O homem foi detido cerca de uma hora e meia depois. A polícia não identificou o atirador. Além dos quatro mortos, o homem feriu uma adolescente de 13 anos e deixou outra mulher em estado grave.