O norte-americano Joshua Ryne Goldberg foi detido após ser acusado de fingir na internet ser um morador da Austrália e tentar colaborar em um plano para atacar um evento para lembrar os atentados de 11 de Setembro no Missouri. Segundo autoridades, ele forneceu detalhes sobre como construir uma bomba com uma panela de pressão e veneno de rato.

Goldberg, de 20 anos, foi preso e acusado de distribuir informações relacionadas a explosivos, dispositivos destrutivos e armas de destruição de massa, segundo o escritório da promotoria dos EUA. Da Flórida, ele começou a se comunicar online com um agente disfarçado do FBI em julho, dando informações sobre a construção da bomba, segundo a acusação. Ele orientou o agente a colocar uma bomba no evento em Kansas City, no Missouri, para marcar o 14º aniversário dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Neste ano, o agente mapeou mensagens online sendo usadas para reivindicar a responsabilidade por ajudar a inspirar ataques terroristas no Texas e na Austrália em uma conta na Flórida. O informante disse a Goldberg, que usava o apelido online “AusWitness”, que era um estudante vivendo perto de Kansas City. Goldberg dizia na internet que vivia em Perth, na Austrália. Fonte: Associated Press.