A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, desembarcou em Jacarta nesta quarta-feira (18) com o objetivo de melhorar a imagem de seu país diante da maior população muçulmana do mundo e entre seus vizinhos asiáticos. Hillary pretende mostrar que existe uma nova postura americana de trabalhar em conjunto e que o país dará ouvidos à Indonésia e ao restante do sudeste da Ásia.

A mensagem de Hillary foi calorosamente recebida pelos líderes da Indonésia, onde o atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, viveu na infância. Mas a visita de Hillary também foi marcada por protestos em diversas cidades, com alguns participantes mais radicais queimando pneus e atirando pedras em caricaturas da chanceler americana. Hillary disse que a escolha da Ásia como destino de sua primeira viagem ao exterior como chanceler “não foi acidental” e sinaliza o desejo do novo governo americano de manter relações mais amplas e profundas com o continente no que diz respeito a questões regionais e globais.

Depois de se reunir com o ministro das Relações Exteriores da Indonésia, Hillary disse que os dois países pretendem avançar em áreas como o combate ao aquecimento global, a segurança e ações antiterrorismo. É exatamente o tipo de parceria abrangente que acreditamos que vá beneficiar tanto a democracia quanto o desenvolvimento”, declarou. A Indonésia é segunda parada de uma viagem a quatro países asiáticos – ela já esteve no Japão e ainda visitará a China e a Coreia do Sul.