A Secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, demonstrou apoio à Grécia no momento em que o país enfrenta uma crise. Ela visitou Atenas neste domingo, quando afirmou: “estamos do lado do povo e do governo da Grécia. Os EUA apoiam com força a determinação do governo de Papandreou em fazer as reformas necessárias para colocar a Grécia em um bom caminho financeiro”, completou ela.

Ao lado do secretário de Estado grego, Stavros Lambrinidis, Hillary disse que as reformas empreendidas pelo primeiro-ministro George Papandreou são “atos de liderança que ajudarão.” “Agora o desafio será continuar avançando com a mesma determinação e compromisso”, completou ela. “O preço de não agir teria sido muito maior.”

A secretária deve se reunir com várias autoridades gregas, incluindo Papandreou e Lambrinidis. Entretanto ela destacou que Washington ainda encara a crise grega como um problema que a Europa deve resolver.

No final do mês passado o governo grego aprovou novas medidas de austeridade, apesar dos protestos, em uma tentativa desesperada de evitar a falência nacional.

A dívida grega explodiu para mais de 350 bilhões de euros e a hostilidade do mercado tem impedido o país de conseguir novos empréstimos, forçando líderes europeus a discutir um novo resgate. Países da zona do euro realizarão uma reunião de emergência em 21 de julho, em Bruxelas, para discutir maneiras de lidar com a crise que ameaça se espalhar para além de Grécia, Irlanda e Portugal. As informações são da Dow Jones.