Em uma quebra de alinhamento com o governo de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, a pré-candidata Democrata para a Casa Branca, Hillary Clinton, declarou ser contra o Acordo Comercial Transpacífico (TPP, na sigla em inglês) – um grande acordo comercial assinado nesta semana entre os EUA e 11 países margeados pelo Oceano Pacífico.

Em uma entrevista gravada para o programa NewsHour, do canal PBS, afirmou que não está convencida de que o TPP irá produzir novos empregos, aumentar salários e proteger a segurança nacional – metas que, segundo ela, devem ser atingidas para que ela apoie o pacto.

“Eu não acredito que o TPP irá atingir o patamar alto que eu estipulei”, disse Clinton.

Como pré-candidata do Partido Democrata e ex-Secretária de Estado do governo de Obama, a oposição de Clinton marca um revés para a Casa Branca, que precisa obter o apoio do Congresso para o acordo comercial. Fonte: Dow Jones Newswires.