O Hamas, grupo militante de governa a Faixa de Gaza, informou que executou dois palestinos condenados por espionar para Israel. O porta-voz do Ministério do Interior, Ihab Ghussein, disse que os homens – um de 60 anos e outro de 29 – foram enforcados na terça-feira. Ele não deu maiores detalhes.

Familiares irritados de um dos homens executados queimaram pneus e bloquearam uma estrada em protesto, após o enforcamento.

O Centro para os Direitos Humanos Palestino, sediado em Gaza, disse que o Hamas executou cinco pessoas acusadas de espionagem desde que tomou o controle do território em 2007.

Outros 17 supostos informantes foram mortos por palestinos em tiroteios durante as três semanas de ofensiva israelense

em Gaza, que terminou em janeiro de 2009. Outros acusados estão no corredor da morte ou esperando julgamento.

As informações são da Associated Press.