O Gustav perdeu força de furacão e transformou-se numa depressão tropical, mas ainda pode causar mais enchentes no sul dos Estados Unidos, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA. A perda de força ocorre um dia depois de a tempestade ter atingido frontalmente o litoral da Louisiana como um furacão de categoria 2. A cidade de New Orleans, devastada pelo furacão Katrina em 2005, foi indiretamente atingida, mas não há registro de destruição em larga escala.

Na manhã desta terça-feira (2), os ventos máximos do Gustav alcançavam 56 quilômetros por hora, o que faz dele uma depressão tropical. A previsão é de que a tempestade continue perdendo força no decorrer do dia. Segundo o último boletim do Centro Nacional de Furacões, o olho da tempestade situava-se 217 quilômetros ao noroeste de Lafayette e deslocava-se no sentido noroeste a 16 quilômetros por hora.