Trabalhadores belgas paralisaram os serviços de transporte da capital nesta segunda-feira em protesto contra o pacote de austeridade do governo. De acordo com a mídia belga, ônibus, trens e metrôs da cidade ficaram parados o dia inteiro. O aeroporto de Bruxelas teve 47% dos voos cancelados, e serviços de trem para outros países, como o Eurostar e o Thalys, também não funcionaram.

Na região de Bruxelas, piquetes foram feitos em ruas para atrapalhar o trânsito. Dezenove pessoas foram presas no centro da cidade tentando bloquear uma importante rua de comércio.

O protesto é a última das ações dos sindicatos, que querem forçar o governo do primeiro-ministro Charles Michel a voltar atrás em um programa de reforma do sistema de previdência social, aumento da idade de aposentadoria e corte nos gastos de saúde e seguridade social. Fonte: Associated Press.