Londres – O governo britânico irá anunciar amanhã mudanças radicais no sistema de imigração, com mais restrições para trabalhadores não pertencentes à União Européia, confirmou nesta terça-feira (4) o Ministério do Interior.

O anúncio irá incluir novas restrições para os trabalhadores e permissões de trabalho para aqueles empregados altamente qualificados que buscam conseguir emprego na Grã-Bretanha.

O novo sistema, pelo qual os imigrantes serão avaliados com base em uma série de pontos relacionados com suas experiências trabalhistas, educação e idioma, havia sido anunciado no ano passado pelo então ministro do Interior, John Reid.

O novo sistema irá tomar o lugar do antigo programa de entrada a Grã-Bretanha que contava com cerca de 80 tipos de visto.

Na primeira coletiva, serão anunciados os requisitos para imigrantes como cientistas e empresários.

Mais tarde serão detalhados os requisitos para imigrantes como enfermeiros, professores e engenheiros, como também para os trabalhadores temporários.

No começo de 2009 serão informados os pontos que deverão cumprir os imigrantes que querem estudar no país.

Como parte do sistema, será criado um Comitê de Conselho Migratório, que irá assessorar o governo sobre quais áreas deve receber imigrantes e quais não.