As entregas de gás natural da Rússia seguem abaixo da média, apesar do crescimento em sete países da União Europeia (UE) e do retorno ao normal na Hungria, de acordo com uma porta-voz da Comissão da União Europeia. “As entregas de gás da Rússia estão crescendo gradualmente, embora o fluxo ainda permaneça abaixo da média na Polônia, Eslováquia, Áustria, Itália, Romênia, Bulgária e Grécia”, disse.

Alguns países da União Europeia estão registrando oferta menor de gás vindo da Rússia desde quarta-feira, à medida que Moscou está usando mais gás para uso doméstico em função do clima extremamente frio deste inverno. As informações são da Dow Jones.