Orlando Kissner/ SMCS

A onça Angélica não larga dos seus novos ?bebês? durante o dia inteiro.

No Zoológico de Curitiba, além dos mais de mil bichos, os visitantes agora encontram uma atração toda especial. O casal de onças pintadas, Angélica e Apolo, tiveram filhotes. Eles nasceram no último dia 24 de março. O sexo dos dois ?bebês? ainda não foi verificado porque, como explica a bióloga Maria Lúcia Faria Gomes, neste primeiro mês de vida o contato e os cuidados devem ser exclusivos da mãe.  

?Ainda não entramos no recinto para verificar o sexo dos filhotes, pois esta intervenção pode até fazer com que a mãe os abandone?, esclarece a bióloga. Maria Lúcia completa que, mesmo de longe, a equipe do zoológico mantém alguns cuidados especiais. ?O cuidado que estamos tendo é de garantir o suplemento alimentar da Angélica para que ela possa melhor alimentar os bebês. Também sempre verificamos se eles estão bem, se não estão presos ou algo assim?, afirma.

Por enquanto, os filhotes estão apenas com a mãe. O pai foi afastado e está no espaço vizinho, para não estressar a companheira. As oncinhas serão amamentadas até os seis meses. Segundo Maria Lúcia, quando completarem pouco mais de um mês a equipe separará os filhotes para verificar se são machos ou fêmeas. Angélica e Apolo chegaram ao zoológico de Curitiba em janeiro de 2006, vindos de Manaus. A família está na ala dos felinos, que fica no final do zôo.