As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram nesta quarta-feira um cessar-fogo de um mês, com o objetivo de reduzir a tensão no diálogo de paz mantido com o governo colombiano. O comandante das Farc, Iván Márquez, disse que o cessar-fogo começa a valer no dia 20, com a intenção de criar “condições favoráveis para avançar” para uma trégua bilateral e definitiva.

A Organização das Nações Unidas elogiaram a medida e pediram que o governo do presidente Juan Manuel Santos adote a mesma atitude.

Em 22 de maio, os rebeldes acabaram com um cessar-fogo unilateral que haviam iniciado em dezembro de 2014, após as forças oficiais atacarem um acampamento rebelde, matando 27 guerrilheiros.

As negociações de paz estão paralisadas em um dos pontos, o do ressarcimento às vítimas, em parte pela escalada na ofensiva militar governamental nos últimos meses. Fonte: Associated Press.