Um falso alerta de sequestro fez com que o governo holandês enviasse dois caças F-16 para escoltar aviação de origem espanhola até o aeroporto de Schiphol, em Amsterdã. De acordo como jornal “El País”, a empresa Vueling, proprietária da aeronave, negou o sequestro e afirmou que a falta de comunicação entre a torre de comando e o piloto teria ocasionado a suspeita.