O grupo islâmico Hamas reabriu o principal acesso à Faixa de Gaza depois de chegar a um acordo com o Egito sobre a operação no posto de fronteira, afirmou hoje um funcionário palestino. Os novos governantes militares egípcios abriram o terminal de Rafah no fim da semana passada, acabando com um bloqueio de quatro anos a Gaza imposto pelo presidente deposto do Egito, Hosni Mubarak, em cooperação com Israel.

No entanto, o Hamas fechou a passagem sem aviso prévio no último domingo e atribuiu sua ação a sucessivos atrasos na travessia. O Egito também fechou a fronteira sem esclarecimentos no dia anterior.

Hoje, o diretor do terminal, Ayoub Abu Shaer, disse que ele foi reaberto depois do Hamas ter chegado a um acordo não especificado com o Egito. Shaer afirmou que será dada prioridade a casos médicos e a pessoas que não puderam deixar Gaza no final da semana passada. As informações são da Associated Press.