O Exército do Mali, apoiado por tropas francesas, retomou nesta sexta-feira o controle das cidades de Konna e Diabaly. Konna fica no centro do país e perto do rio Níger. A Organização das Nações Unidas (ONU) também alertou hoje que até meio milhão de pessoas poderão fugir das suas casas por causa da luta nos próximos meses. Os soldados franceses e malineses lutaram durante uma semana para retomar Konna, cidade cuja queda nas mãos dos islamitas acabou levando à intervenção da França. A cidade fica 700 quilômetros ao leste da capital Bamako.

“Nós tomamos o controle total de Konna após termos causado perdas pesadas ao inimigo”, disse o Exército do Mali em comunicado. O coronel malinês Didier Dakouo, chefe das tropas baseadas em Sevare, ao sul de Konna, disse que suas tropas “esmagaram o inimigo”.

A situação em Diabaly, que havia caído sob controle dos islamitas na segunda-feira desta semana, parece ter sido um pouco diferente. Após vários bombardeios da Força Aérea da França, os islamitas se retiraram e cidade foi ocupada nesta sexta-feira por tropas do Mali. Diabaly fica 400 quilômetros ao norte de Bamako. “Os islamitas se retiraram e soldados da França e do Mali entraram na cidade” disse um vereador local.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.