Forças do governo da Síria que enfrentam o grupo extremista Estado Islâmico entraram novamente na cidade histórica de Palmyra nesta quinta-feira, em um esforço para reconquistar a cidade perdida novamente para os militantes em dezembro passado, segundo a agência estatal de notícias SANA.

Segundo o relato, forças leais ao presidente Bashar Assada voltaram à cidade, um patrimônio histórico da humanidade para a Unesco, impelindo os militantes extremistas para fora da região. O combate por Palmyra começou no domingo.

Esta é a segunda campanha do governo para retomar o local, famoso por seus monumentos romanos, que foi perdida novamente em março do ano passado. Antes do início da guerra civil, em 2011, Palmyra era um dos principais destinos turísticos da Síria. Fonte: Associated Press.