A operação de resgate do Exército da Argélia libertou cerca de 650 reféns, dentre eles cerca de 70 estrangeiros, que haviam sido capturados por militantes islamitas na usina de gás de In Amenas na quarta-feira, informaram meios de comunicação locais.

“Cerca de 650 reféns, capturados durante o ataque realizado na quarta-feira, por um grupo terrorista no complexo de gás em In Amenas, dentre eles 573 argelinos e mais da metade dos 132 reféns estrangeiros, foram libertados”, segundo a agência de notícias argelina APS. As informações são da Dow Jones.