Um ex-agente da Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos foi detido hoje sob acusação de vazar informações classificadas do governo norte-americano sobre o programa nuclear secreto de um país para um repórter, informou o Departamento de Justiça. Jeffrey Alexander Sterling, de 43 anos, foi detido em Saint Louis, no Estado de Missouri, sob dez acusações, que incluem fraude em correio eletrônico e revelar informações da defesa nacional.

A acusação afirma que Sterling roubou documentos classificados e passou as informações a um jornalista no começo de 2003 envolvido com “uma possível matéria de jornal”, e mais tarde com um livro, em janeiro de 2006, disse o Departamento de Justiça.

Embora o órgão não tenha nomeado o país em questão ou o “jornal de circulação nacional”, as datas e detalhes do caso sugerem que a história pode estar relacionada a James Risen, um repórter do New York Times.

Risen foi intimado em abril de 2010 a comparecer ante um tribunal para revelar suas fontes de um capítulo do livro que escreveu, “State of War: The Secret History of the CIA and the Bush Administration” (O Estado da Guerra: A História Secreta da CIA e da Administração Bush, em tradução livre). Ele recusou-se a revelar as fontes.

Sterling poderá enfrentar dez anos de prisão se for condenado, além de 20 anos por fraude em correio eletrônico. As informações são da Dow Jones.