Líderes da Europa afirmaram nesta quinta-feira que estão prontos para defender o Acordo de Paris sobre o clima e também o livre-comércio, quando se encontrarem com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na reunião do G-20. A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que a Europa está “mais determinada que nunca” a fechar o acordo climático.

Trump decidiu retirar os EUA do Acordo de Paris pouco após retornar da reunião do G-7 na Itália. “Nós não podemos esperar conversas fáceis em Hamburgo” sobre o clima, disse Merkel, referindo-se à cúpula na cidade alemã em 7 e 8 de julho.

Por outro lado, Merkel e o presidente francês, Emmanuel Macron, disseram que há acordo com os EUA em questões como o combate ao terrorismo e que buscarão soluções conjuntas.

Os líderes de Reino Unido, França, Itália, Espanha, Holanda, Noruega e União Europeia estão “unidos” em relação ao acordo climático, segundo Merkel. O presidente francês destacou o “compromisso muito forte” com o Acordo de Paris.

O G-20 reúne Argentina, Austrália, Brasil, China, Alemanha, França, Reino Unido, Índia, Indonésia, Itália, Japão, Canadá, Coreia do Sul, México, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia, Estados Unidos e União Europeia. Também participam da reunião Holanda, Noruega, Espanha, Guiné, Senegal, Cingapura e Vietnã. Fonte: Associated Press.