O candidato à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, intensificou os ataques contra os líderes do próprio partido Republicano, prometendo ensinar aos seus opositores a brigar pela presidência. “Eu estou cansado de não ter suporte” de líderes do partido, disse Trump, em entrevista à Fox News. Ele fez críticas específicas ao presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, que afirmou que deixaria de fazer campanha por Trump.

“Eu não quero o suporte dele. Eu não ligo para o apoio dele”, falou Trump. “Eu não gostaria de ficar em uma trincheira com um monte dessas pessoas, que eu posso incluir Ryan. A propósito, incluindo Ryan, especialmente Ryan.”

Trump inverteu recentemente sua estratégia de campanha para o ataque, incluindo colegas republicanos. “É tão bom que as algemas tenham sido tiradas de mim e que eu posso agora lutar pela América do jeito que eu quiser”, disse Trump em seu perfil no Twitter, trazendo nova preocupação de uma “guerra civil” no partido antes das eleições em 8 de novembro.

Em outra série de mensagens no Twitter, Trump chamou Ryan de “fraco e ineficaz”. Fonte: Associated Press.