A companhia Geron Corp informou hoje que realizou seu primeiro tratamento em um paciente com células-tronco embrionárias, em uma tentativa de reverter danos na coluna vertebral. A novidade é anunciada menos de dois meses após a Administração de Drogas e Alimentos dos EUA (FDA) autorizar testes com células-tronco embrionárias em humanos. O paciente está no Shepherd Center, um hospital especializado na reabilitação de colunas vertebrais em Atlanta.

O procedimento, que a companhia qualificou como o primeiro teste clínico do mundo de terapia de células-tronco embrionárias em humanos, busca restaurar as funções da coluna vertebral, através da injeção dessas células diretamente na porção danificada da coluna do paciente.

“Esse teste clínico representa outro passo adiante no envolvimento do Shepherd Center, em uma tentativa para encontrar a cura para paralisias em pessoas com danos na coluna vertebral”, afirmou David Apple, investigador chefe do teste no Shepherd Center.

As células-tronco embrionárias podem se desenvolver em vários tipos de tecido e acredita-se que possam ser usadas para tratar várias doenças. Esses tratamentos, porém, ainda precisam de anos de testes até sua eficácia ser comprovada e eles serem liberados. As pesquisas nessa área geram divisões políticas por causa da destruição de embriões humanos, que são geralmente doados por casais que criaram mais embriões que utilizaram, durante tratamentos para casos de infertilidade.

As informações são da Dow Jones.