Exames de DNA confirmaram que Ariel Castro é pai da menina de seis anos resgatada de sua casa no início desta semana junto com três mulheres desaparecidas há anos, anunciou o procurador-geral do Estado norte-americano de Ohio.

O escritório do procurador Mike DeWine confirmou a paternidade de Castro por meio de nota. Segundo DeWine, a amostra genética de Castro foi colhida na quinta-feira e peritos trabalharam a noite inteira no caso.

A menina é filha de Amanda Berry, que segundo as autoridades foi mantida em cárcere privado por aproximadamente uma década na residência de Castro em Cleveland junto com Gina DeJesús e Michelle Knight. As informações são da Associated Press.