O presidente venezuelano Hugo Chávez declarou que a decisão americana de impulsionar a produção de etanol enquanto existe uma crise mundial de alimentos é um "crime".

Chávez disse ainda que a quantidade da produção americana de milho usada para fabricar biocombustível, em vez de ser destinada para alimentar os pobres do mundo, é preocupante.

O presidente venezuelano afirmou no sábado (26) que o milho necessário para encher com biocombustível o tanque de um automóvel serviria para alimentar sete pessoas durante um ano.

A Venezuela ofereceu a doação de mais de 350 toneladas de alimentos ao Haiti, onde o aumento do preço dos alimentos provocou violentos distúrbios no princípio do mês. As informações são da Associated Press.