Brasília – O que leva um aluno a ter um bom desempeno escolar? O estudo Aprova Brasil, o Direito de Aprender, divulgado nesta terça-feira (19) pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), traz algumas respostas: boas práticas pedagógicas, professores comprometidos e qualificados, participação ativa dos alunos, gestão democrática e parcerias externas.

Esses foram os fatores encontrados em 33 escolas de 14 estados brasileiros e do Distrito Federal, selecionadas para o por terem alcançado boas notas em leitura e matemática no exame Prova Brasil, que avalia os alunos da 4ª e 8ª séries do ensino fundamental. As escolas também foram escolhidas por atenderem crianças de baixa renda, indígenas, da zona rural ou das periferias.

A pesquisa, inédita no país, foi realizada em apenas três meses. Os pesquisadores do Unicef ouviram diretores, coordenadores pedagógicos, professores, alunos, pais, funcionários e os conselhos escolas para tentar encontrar as razões para o sucesso das escolas.

?Em cada caso fica claro que, com ações voltadas para gestão, para a constituição de uma comunidade mobilizada em torno dos interesses da educação, é possível extrair desses casos exemplos que podem repercutir na qualidade da educação básica no país?, avaliou o ministro da Educação, Fernando Haddad.

De acordo com a representante do Unicef Marie-Pierre Poirier, um dos méritos do estudo foi descobrir como os alunos conseguiram bons resultados mesmo enfrentando situações precárias no ensino e em suas vidas pessoais.

"A educação não é uma disciplina que permite sair com receitas, ingredientes únicos. Todos esses fatores têm que ser articulados e combinados, mas, com certeza, a grande conclusão dessa [pesquisa] Aprova Brasil é que para achar uma solução de educação para cada criança temos que aprender com a escola?, ensina Marie-Pierre.

O ministro Fernando Haddad ressaltou que os valores humanos devem ser estimulados nas escolas brasileiras. ?O que os estudos indicam é de que as relações humanas dentro da escola precisam ser revitalizadas, restituídas. Em primeiro lugar, o professor acreditar que a criança é capaz de aprender. O aluno acreditar no seu professor, restabelecer essa relação professor-aluno?.