O grupo extremista Estado Islâmico atacou nesta quinta-feira uma pequena cidade no oeste do Iraque, informou Qassim Al-Moussawi, porta-voz do Exército iraquiano.

A ação contra a cidade de Hit começou na madrugada de quarta-feira pra quinta-feira, quando os militantes, usando pelo menos três homens-suicidas, atacaram pontos nas entradas da cidade. Al-Moussawi afirmou que houve mortes nas forças de segurança, mas não informou números precisos.

Um morador da cidade afirmou que militantes foram vistos tomando o controle do gabinete da prefeitura e ocupando as ruas com caminhões carregando armas enquanto corpos de membros da força de segurança caíam pelas ruas. O morador falou na condição de anonimato por temer por sua segurança.

Também nesta quinta-feira, a Organização das Nações Unidas informou que o atual conflito no Iraque deixou “dados assombrosos” de terríveis abusos de direitos humanos e “atos de violência de uma natureza continuamente sectária”, cometidos por militantes assim como forças de segurança iraquianas e tropa associadas. De acordo com o relatório da ONU, o número de mortes neste ano é de pelo menos 9.347 civis e 17.386 feridos. Fonte: Associated Press.