O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira que a Espanha é um país muito importante e que deve permanecer unido, quando perguntado sobre o plebiscito da Catalunha.

A consulta popular unilateral independentista da Catalunha está marcada para este domingo, 1º de outubro.

Ao lado de Trump, o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, afirmou que a decisão da Catalunha de fazer o plebiscito sem a autorização do governo central “é muito errada”.

Trump e Rajoy falaram também da luta antiterrorismo. O presidente americano lembrou do atentado em Barcelona, em 18 de agosto, e disse que a “América sempre estará com a Espanha na luta contra o terrorismo”.

O premiê espanhol respondeu e disse que as “políticas antiterrorismo estão alinhadas com as dos Estados Unidos”.

Na conversa desta terça-feira, os dois líderes falaram ainda sobre os furacões que devastaram o Caribe e parte do território dos Estados Unidos.

Trump disse que “os corações e preces” americanos estão com Porto Rico, e Rajoy expressou solidariedade aos atingidos pelo furacão. O presidente americano elogiou ainda os trabalhos de resgate. “Todas as forças do governo americano estão fazendo um excelente trabalho em Porto Rico”, disse.