Terje Roed-Laersen, enviado das Nações Unidas, afirmou ser "alarmante" a atual situação no Oriente Médio, que pode afundar numa guerra em larga escala caso não haja um determinado esforço diplomático para levar a paz para a região.

"O quadro que emerge é muito negro, e parece que está ficando ainda mais negro", disse.

Roed-Larsen, atualmente enviado da ONU para questões entre Líbano e Síria e que por muitos anos foi o principal representante das Nações Unidas no Oriente Médio, disse que "o horizonte geopolítico para o Oriente Médio mudou fundamentalmente nos últimos anos".

"Pouco tempo atrás, como vinha sendo por muitas, muitas décadas, o centro de gravidade de todos os conflitos era o conflito árabe-israelense. Agora, parece haver quatro epicentros de conflitos na região com suas dinâmicas próprias: a questão iraquiana, a questão iraniana, a questão sírio-libanesa e, naturalmente, o centro dos centros, o conflito tradicional, a questão israelense-palestina.