A ameaça representada pela Coreia do Norte atingiu um novo estágio agora que o país é capaz de lançar mísseis balísticos intercontinentais e seu programa nuclear avançou, segundo relatório de defesa do governo do Japão.

A Coreia do Norte foi a principal preocupação citada no documento, que foi aprovado hoje pelo gabinete japonês, menos de duas semanas depois de Pyongyang testar seu segundo míssil intercontinental. Analistas dizem que o projétil teria capacidade de alcançar Los Angeles ou Chicago.

O último míssil testado pelo regime norte-coreano caiu a cerca de 200 quilômetros da ilha japonesa de Hokkaido.

O relatório do governo japonês também citou preocupações com ações agressivas da China nos espaços aéreo e marítimo da região e com a falta de transparência do país em relação a seu arsenal militar, com o orçamento de defesa triplicando em uma década. Fonte: Associated Press.