Enquanto o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o ministro de Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, permanecem em Viena, na Áustria, para as negociações nucleares com Teerã, os ministros da Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha deixaram o país, refletindo um duro impasse.

Todos os sete ministros chegaram a Viena durante os últimos dias na esperança de fechar um acordo. No entanto, eles decidiram ir embora depois que as conversações fracassaram e deram lugar a uma nova data nas negociações, o dia 10 de julho, depois do ministro de Relações Exteriores, Sergey Lavrov, dizer que os lados ainda estavam separados por quase 10 questões.

Os EUA, apoiado pela Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha, quer restrições de longo prazo sobre o Irã em relação ao programa nuclear, oferecendo em troca alívio nas sanções a Teerã. Fonte: Associated Press.