O ex-primeiro-ministro do Egito, Hisham Kandil, que governou junto ao presidente deposto Mohammed Morsi, foi preso nesta terça-feira e deve cumprir pena de um ano.

O ex-premiê foi condenado a um ano de prisão por não ter seguido uma ordem judicial para reestatizar uma empresa têxtil.

A sentença de condenação de Kandil foi emitida em abril do ano passado e reforçada pela corte superior em setembro.