Um duplo atentado suicida perto de um posto de controle militar matou hoje oito pessoas em Fallujah, segundo a polícia iraquiana e médicos. O ataque ocorreu na cidade que era, no passado, uma base dos rebeldes sunitas no país. Vinte e oito civis ficaram feridos nas explosões no centro da cidade, 50 quilômetros a oeste de Bagdá, segundo autoridades. A ação ocorreu por volta das 9 horas (hora local).

O capitão Bashar Mohammed, chefe de delegacia em Fallujah, afirmou que um suicida estacionou um carro carregado com explosivos perto do posto militar no centro da cidade. O agressor, então, dirigiu-se para perto de um grupo de trabalhadores e detonou os explosivos que estavam grudados em seu corpo. O carro-bomba explodiu pouco depois. Nenhum desses dois ataques matou militares, de acordo com autoridades.

Morreram oito trabalhadores e 28 civis ficaram feridos, segundo Ahmed Abdul Halim, um médico no Hospital Geral de Fallujah. A situação de segurança na cidade, antes um grande foco da insurgência sunita, melhorou bastante, apesar de ainda haver ataques esporádicos de militantes. Desde 2006, membros de tribos sunitas e ex-rebeldes se uniram aos militares dos Estados Unidos contra a Al-Qaeda. Com isso, combateram a presença de extremistas na região. As informações são da Dow Jones.