Três fortes terremotos sacudiram a Indonésia em menos de 24 horas, desencadeando alertas de tsunami, danificando centenas de casas e induzindo moradores em pânico a procurarem áreas mais elevadas. Após o tremor de ontem, que provocou pelo menos nove mortes, mais dois terremotos atingiram hoje a Indonésia, sendo um no oeste e outro no leste do país. A cidade de Padang concentrou a maior parte da destruição.

"Cinco prédios grandes, inclusive mesquitas, casas e uma escola, desabaram", disse Surya Budhi, que supervisionava o serviço de resgate na região. Agentes humanitários trabalhavam na busca por possíveis vítimas.

Rafael Abreu, um geólogo do Instituto de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos, disse que o primeiro tremor sentido hoje atingiu 7,8 graus na escala Richter. Apesar de o epicentro ter sido localizado na mesma falha geológica e perto do local onde o leito submarino tremeu ontem, ele disse se tratar de um novo terremoto, não de um abalo secundário.

O terceiro terremoto, com epicentro localizado na costa da ilha de Sulawesi, atingiu 6,2 graus na escala Richter. Mais de 30 abalos secundários atingiram a região ao longo das últimas 24 horas, voltando a alimentar temores de um novo tsunami.

Ontem, um terremoto de 8,4 graus na escala Richter atingiu o sudeste da Ásia, sacudindo edifícios mais altos em cidades situadas a 2.000 quilômetros do epicentro.