A capital paranaense vai expor sua política de gestão de resíduos sólidos aos prefeitos latino-americanos e caribenhos, durante o seminário Metrópoles – América Latina e Caribe, que será realizado de 3 a 5 de dezembro, em Belo Horizonte. Considerada laboratório ambiental do Brasil, Curitiba é uma cidade que planeja seu futuro encorajando as práticas sustentáveis que já estão incorporadas no dia-a-dia dos seus habitantes. E a cidade avança experimentando também o novo.

"Na questão dos resíduos sólidos, caminhamos para uma gestão integrada com municípios vizinhos, com os quais já constituímos um consórcio intermunicipal. Tenho certeza de que este importante seminário abre oportunidade para troca de idéias e experiências de boas práticas da governança local, com ênfase na gestão ambiental", afirma o prefeito Beto Richa.

De acordo com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), em 2007 mais de 50% da população mundial vivem nas cidades. Na América Latina, esse percentual é ainda maior: de um total de 561,3 milhões de habitantes vivendo na região, cerca de 77% residem em áreas urbanas. Apesar das particularidades de cada grande cidade latino-americana, há uma convergência muito grande de seus principais desafios. Questões urbanas, sociais e de convivência exigem permanente busca de soluções conjuntas. Daí a importância da troca de experiências que contribua para a consolidação de cidades cada vez mais sustentáveis, seguras, inclusivas e humanas. Esse é o propósito do seminário Metrópoles.

Segurança pública, resíduos sólidos, mobilidade e reabilitação urbana são as temáticas do encontro. Mais de 40 cidades já confirmaram presença, incluindo metrópoles como São Paulo, Santiago, Quito, Rosário, Havana, Montevidéu, São José da Costa Rica, entre outras. Representantes de Sttutgart (Alemanha), Vancouver (Canadá) e Barcelona (Espanha) também foram convidados para expor suas experiências. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também deve participar do encontro. Mais detalhes sobre a programação do seminário podem ser obtidos por meio do site www.metropolesembh.com.br.