O robô explorador Curiosity deu nesta quarta-feira seus primeiros passos em Marte e já deixou “marcas” sobre a superfície do Planeta Vermelho, após um percurso de aproximadamente 4,5 metros, indicaram os engenheiros da Agência Espacial Americana (Nasa).

“A missão está funcionando extremamente bem. Aqui vocês têm um diretor da missão sorridente”, descreveu Peter Theisenger, diretor da missão em entrevista coletiva no Laboratório de Propulsão, em Pasadena (Califórnia).

O equipamento se deslocou aproximadamente 4,5 metros esta madrugada e realizou vários giros de entre 90 e 180 graus sobre a superfície de Marte, nos quais se comportou como esperado, confirmou Theisenger.

Para as manobras, o explorador precisou de cerca de 16 minutos, e enviou, em seguida, novas fotografias em preto e branco. Pouco antes, o engenheiro da missão, Allen Chen, havia afirmado pelo Twitter: “Marcas de roda em Marte. A equipe de entrada, descida e aterrissagem concluiu seu trabalho. Parabéns às equipes de mobilidade e superfície!”.

O Curiosity, que aterrissou na superfície de Marte na madrugada de 6 de agosto, enviou centenas de fotografias em preto e branco e coloridas que proporcionaram a visão de Marte mais nítida conhecida até agora.

O robô, do tamanho de um carrinho de golfe e com uma tonelada de peso, chegou com uma missão de dois anos na qual percorrerá parte do planeta para analisar sua composição e determinar se existem ou alguma vez existiram as condições para abrigar vida no planeta.