Os cubanos conhecerão na segunda-feira os detalhes das reformas econômicas adotadas no VI Congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC) realizado em abril. Mil delegados do PCC analisaram entre 16 e 19 de abril um documento debatido desde o final do ano passado entre a população. Contudo, até agora não se sabe exatamente o que foi aprovado.

As mudanças econômicas decididas aparentemente se referem a reformas que tornarão mais fácil a compra e venda de propriedade particular, a abertura de pequenas empresas e a obtenção de crédito para financiar estas operações.

Um rascunho do documento foi divulgado no ano passado. Mas as diretrizes foram submetidas ao que as autoridades consideram uma reforma significativa e não se sabia quando a versão final do documento seria divulgada.

O Granma, jornal do Partido Comunista, informou neste sábado que o documento será vendido a partir de segunda-feira por um peso cubano (US$ 0,04). O Parlamento cubano deve transformar o projeto em lei. As informações são da Associated Press.