Controlado pela oposição, o Congresso do Peru aprovou nesta quarta-feira, dia 5, a moção de confiança apresentada pelo Executivo, uma importante vitória para o presidente Martín Vizcarra, que obteve apoio para iniciar uma reforma anticorrupção. Se a moção fosse rejeitada, poderia levar à dissolução do Legislativo e à renúncia do gabinete. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.