As autoridades de defesa civil da Bolívia dizem que as fortes chuvas que têm castigado o país tiraram as vidas de pelo menos 23 pessoas nos últimos dias. Segundo os oficiais, cerca de 10 mil famílias de grande parte do país andino foram afetada pelo aumento do nível das águas de rios.

O vice-ministro de Defesa Civil, Oscar Cabrera, disse na quinta-feira que os mortos incluem quatro membros da mesma família – duas mulheres e duas crianças – vítimas de um rio que inundou no último fim de semana na região sul de Chuquisaca.

Na segunda-feira, uma outra pessoa morreu quando uma ponte desmoronou sobre um rio ao sul de La Paz. As outras vítimas morreram na semana passada em várias partes do país.

Cabrera afirmou que o governo do presidente Evo Morales, está estudando a possibilidade de declarar estado de emergência, e que o líder vai entregar um relatório na sexta-feira. As informações são da Associated Press.