O vírus H7N9 causou mais uma morte nesta segunda-feira na China, elevando o número de casos fatais no país para 24, informou a agência estatal de notícias Xinhua, acrescentando que a vítima estava havia 12 dias em tratamento em um hospital de Xangai. Até agora, a China registrou mais de 120 casos de infecção pelo vírus.

A maioria dos casos de gripe aviária causada pelo H7N9 está restrita ao leste do país, e o único caso registrado fora da China continental ocorreu em Taiwan. Porém, a vítima foi infectada na China.

Especialistas temem que o vírus passe por uma mutação e assuma uma forma facilmente transmissível entre humanos, com potencial para deflagrar uma pandemia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse que até agora não há evidências de transmissão entre humanos, mas alertou que o H7N9 é um dos vírus de gripe mais letais já vistos. As informações são da Dow Jones.