Um incêndio florestal atingiu uma colina na cidade portuária de Valparaíso, no Chile, destruindo pelo menos 70 casas e forçando a evacuação de mais de 500 famílias, disseram autoridades na quinta-feira.

O departamento de emergências do Chile (ONEMI) emitiu um alerta vermelho após o início do incêndio na colina de San Roque, cerca de 120 quilômetros a nordeste da capital, Santiago.

Fortes ventos e altas temperaturas do verão chileno alimentaram o fogo. O governador local de Valparaíso, Raul Celis, chamou o incidente de “o pior incêndio da cidade em duas décadas”.

Estações de televisão locais divulgaram imagens de uma onda gigantesca de fumaça em Valparaíso. A fumaça não deixou que as aeronaves de combate a incêndios decolassem ao mesmo tempo em que mais de uma dúzia de unidades de bombeiros, 700 policiais e vários pelotões do exército continuavam a combater o fogo por mais de cinco horas após o início do incêndio.

Vinte e sete pessoas, incluindo cinco crianças, estão sendo tratadas com lesões leves e intoxicação com fumaça, disse Claudio Fernandez, diretor do hospital local Van Buren.

A polícia disse que prendeu pelo menos três pessoas acusadas de saques.

O porto de Valparaíso é cercado por dezenas de colinas onde a maioria das pessoas vive. As autoridades dizem que o fogo está centrado perto das colinas na parte mais alta de Valparaíso, e ainda está longe da área central da cidade, de baixa altitude. As informações são da Associated Press.