As chuvas torrenciais continuam na região central da China e o número de vítimas pelas recentes inundações aumentou para 105. Além disso, há 63 desaparecidos. O Ministério da Defesa Civil informou hoje que a maioria das mortes ocorreu na província de Hunan, onde a previsão é que os temporais prossigam até a sexta-feira.

Os deslizamentos de terra e de pedras pelas chuvas também mataram 39 pessoas, enquanto havia 21 desaparecidos. O ministério informou que o governo destinou 35 milhões de yuans (US$ 5 milhões) para a ajuda às vítimas do desastre na província central de Guizhou. Morreram 24 pessoas em Guizhou e outras 32 estão desaparecidas. O ministério informou que também havia enviado 5 mil tendas de campanha e 40 mil mantas para os afetados pelas chuvas. As informações são da Associated Press.