O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou hoje que a Líbia pode voltar ao conflito geral, citando a situação de segurança volátil em Trípoli e os combates no leste do país, rico em petróleo.

O chefe da ONU expressou alarme em um relatório do Conselho de Segurança sobre a escalada miliar e o impasse político em curso no país.

Guterres disse que o Estado Islâmico não controla mais territórios na Líbia, mas seus operadores foram avistados no país conduzindo ataques em diferentes áreas. Ele também disse que a comunidade internacional continua sendo alvo.

A Líbia mergulhou no caos na sequência de um levante em 2011 que derrubou e matou o ditador Moammar Gadafi e permaneceu divida entre os rivais parlamentares e governistas. Fonte: Dow Jones Newswires.