O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, reconheceu nesta segunda-feira a derrota no referendo sobre a reforma constitucional realizado no domingo no país. Segundo o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), com quase 90% dos votos apurados, a vitória do "não" foi de 50,7%, contra 49,3% do "sim". A abstenção foi de 44,11%.

Chávez disse, logo após a divulgação do primeiro resultado oficial, que a proposta de reforma constitucional "ainda está viva" e que o país continuará construindo o socialismo.

Já Manuel Rosales, governador do Estado de Zulia e candidato da oposição nas eleições presidenciais em 2008, disse que "esta noite, a Venezuela venceu".